REFLEXÕES (Mensagem de Páscoa da Bel)

45 minutos do segundo tempo... Vamos falar sobre a Páscoa?

Dois acontecimentos provocaram a realização deste texto, além da vontade que eu tenho, de vez em quando, de refletir coletivamente: primeiro, uma oração que está sendo veiculada nas redes sociais como campanha pela paz mundial, cujo texto roga pela misericórdia divina para solucionar todos os males da Humanidade; e, segundo, a pergunta de uma senhora, colega de um curso sobre a Bíblia católica, questionando a professora sobre o porquê de Deus permitir tantas atrocidades no mundo...


Well, depois desses dois fatos, fui à Missa de Ramos no domingo, onde a Paixão de Cristo é revivida... Aí me deu um estalo, naquela hora em que as pessoas ficam provocando Jesus na cruz, dizendo para Ele pedir a ajuda de Deus para livrá-lo da morte.


Fiquei pensando, “Como a gente é burro, né?”. Mais de dois mil anos já se passaram, esta história é repetida à exaustão todos os anos, e ainda temos dificuldade para entender o que Jesus veio fazer aqui! Affff... Santa ignorância, Batman!


É assim, ó: rezar pela paz no mundo, eu acho ótimo. Faço isto todas as manhãs; tenho uma oração em um porta-retrato que fica no meu banheiro. Escovo os dentes e depois rezo, em voz alta, que é para ter mais força... Aprendi esta oração há muitos anos, acredito no seu poder. Mas em nenhum trecho ela fala em misericórdia ou coisa parecida. Ao contrário, a oração invoca o amor infinito de Deus, para que este penetre em nosso interior e de lá resplandeça, iluminando o Universo e, assim, fazendo a paz reinar. Pra mim, faz muito mais sentido do que implorar a misericórdia divina, como se não tivéssemos nada a ver com os horrores mundo afora.


Quanto à suposta “permissão” de Deus para guerras, massacres, morte de crianças etc., me parece até mais simples de explicar. No meu modesto entendimento, Deus não “permite” nada, muito menos que coisas ruins aconteçam a seus filhos. Ele criou o mundo, nos deu o livre-arbítrio e, quando achou que os homens estavam extrapolando, perdendo totalmente a noção, enviou Jesus para falar... de AMOR. Para nos lembrar de que somos todos IRMÃOS. Para tentar enfiar na nossa cabeça dura que fomos colocados aqui para perdoar e não para julgar, e, principalmente, para ajudarmos uns aos outros. Para podermos, ao terminar nossa missão nesta vida, passar para a próxima com o coração sereno, com a consciência transparente. Resumindo: PARA NOS TORNARMOS PESSOAS MELHORES! Esta é a luta diária, este é o objetivo maior. Foi por isto que aquele Santo Homem viveu entre nós como um igual, sofrendo todo tipo de provações para que nosso fardo fosse mais leve, para que a gente aprendesse o verdadeiro sentido da Vida.


Desejo ardentemente que nunca nos esqueçamos da forma medonha como Jesus morreu, da herança que Ele nos deixou, e da lição que a Sua ressurreição joga na nossa cara nesta época do ano. Só não VÊ, quem não quer. Só não ENTENDE, quem não quer. Só não SENTE, quem não quer...


Feliz Páscoa, meus queridos!... que o Espírito de Deus os abrace ainda mais forte neste domingo, e que Seu amor nos faça viver uma vida plena, entre irmãos.


Beijo no coração,

Bel


Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square